Nova regra para registro de domínios na internet

“Comida.boa”, “aprenda.salsa”, “batom.cintilante”. Pessoas e empresas poderão registrar
sites com quase qualquer endereço a partir do final do ano que vem, desde que tenham
justificativa legítima para solicitar o domínio e se disponham a pagar preços salgados.
A Icann (organização que controla os nomes de domínio da internet) votou nesta segunda-
feira (20) pela eliminação das regras que os restringem a sufixos como “.com” ou “.gov”, e
pretende receber solicitações para nomes novos a partir de 12 de janeiro do ano que vem.
As aprovações iniciais devem ocorrer no final de 2012.

Os endereços poderão utilizar quaisquer alfabetos (cirílico, kanji ou devaganari, por
exemplo) para que as pessoas escrevam em russo, japonês e hindi. Dengate Thrush,
presidente do Icann, diz que “essa é a maior mudança que já vimos na internet”.

– Estamos criando uma plataforma para a próxima geração de criatividade e inspiração.

A única oposição veio de um integrante do Icann que defendia mais tempo para as
negociações sobre o assunto. Dengate Thrush diz que os novos nomes podem incomodar
organizações sociais e religiosas, caso alguém resolvesse criar, por exemplo, o domínio
“.nazi”.

Além disso, apesar do preço salgado de R$ 295 mil (US$ 185 mil) para a criação de um
desses novos domínios possa dificultar a ação dos invasores virtuais de marcas, empresas
com nomes conhecidos podem ter problemas se alguém criar endereços como “coca-cola.paris”
ou “google.zambia”.

A Icann espera eliminar esses problemas por meio de um processo rigoroso de aprovação que
demorará meses e também envolverá governos e outras agências.

De acordo com especialistas, as grandes empresas devem estar entre as primeiras a se
registrar, o que pode resultar em nomes de domínio terminados por marcas como “.toyota”,
“.apple” ou “.coca-cola”.

A decisão é vista como grande oportunidade para que as marcas tomem maior controle de sua
presença online e encaminhem visitantes de forma mais direta a certas áreas de seus sites.
A japonesa Canon, por exemplo, já anunciou que pretende solicitar os direitos para nomes
de domínio com o sufixo” .canon”.

Além de pagar a taxa, pessoas ou organizações terão de apresentar justificativa legítima
para solicitar um domínio. A Icann vai utilizar centenas de consultores, que avaliarão as
solicitações de forma terceirizada.
Kieren McCarthy, presidente-executivo da Nxt, uma empresa de San Francisco que lida com
questões de política e governança da internet, diz que “essa é a próxima expansão da
internet, o futuro da internet”.

– Creio que nossos filhos vão nos achar malucos porque falávamos tanto em “.com”.

Fonte: R7.com
Copyright Thomson Reuters 2011

Sobre Alexandre Belchior Medeiros

Bacharel em Análise de Sistemas

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: